CONFECÇÃO DOMÉSTICA DE UMA PEÇA EM JEANS

Conheça o meu site:
Hoje vamos somente conversar a respeito do jeans e técnicas artesanais utilizadas na sua confecção. 

(Clique na foto para ampliar)

Nesta postagem compartilho um vídeo que não foi criado por mim, encontrei este vídeo maravilhoso no Youtube, no canal de um designer alemão chamado Roman Lemeschko, mostrando a confecção doméstica de uma calça jeans. 

Sempre que eu posto técnicas de costura, procurando ajudar costureiras(os) principiantes, vêm os ‘sabidos de plantão’ dizendo que aquilo se faz mais fácil com aparelho tal, com máquina tal, que do jeito que ensinei dificulta o trabalho de faccionistas, etc. Geralmente nem respondo porque se a pessoa sabe, não ensina e critica quem está ensinando, é algo que deve ser ignorado. 

A pessoa não se preocupa em saber o quê estou fazendo aqui, que é ajudar pessoas que não têm dinheiro, que precisam começar a trabalhar praticamente sem nada em mãos para, em algum momento, conseguir comprar o material e maquinário necessário para seguir em frente e, consequentemente, ganhar mais trabalhando com mais tranquilidade. Se estou explicando algo para uma costureira, explico da maneira mais primitiva, imaginando alguém que não tenha aparelho nenhum, que também precisa daquela técnica. Foco nas dificuldades que eu tive no começo porque depois, quando a pessoa estiver ganhando com este trabalho, obviamente poderá comprar todo o equipamento que desejar, não estou certa? 

Mas vendo este vídeo fiquei emocionada. Lembrei-me do tempo em que eu era uma adolescente e só tinha uma Singer pretinha da minha mãe para fazer as roupas que eu sonhava, então eu criava saias com um jeans bruto que era usado para cobrir as montanhas de café no terreirão, e costurava tudo desta maneira. Colocava duas linhas na agulha para fazer os pespontos, sem ao menos ter visto isto em algum lugar, só fazia o que queria vestir. Ficavam uma gracinha, minha mãe me elogiava muito e isto me ajudou a acreditar em mim e a me aperfeiçoar, visto que costureiras na época nunca faziam o que eu queria por não entenderem, daí colocavam a culpa no meu corpo: Você é muito “gorda”. Até a minha mãe falou muito isto pra mim. Então, já que ninguém ao menos tentava fazer os modelos que eu queria, eu mesma decidi fazer, aos 8 anos kkkk desde sempre quero fazer tudo o que desejo e geralmente consigo. 

Por isto, às minhas amigas costureiras, eu digo: Façam o que seus corações sonharem. Se a máquina não puxa, puxe você mesma o tecido, ajude tua maquininha que uma hora vai aparecer o dinheiro para comprar uma melhor. Se a costura está falhando, desmonte uma parte, tenho certeza de que se você observar bem antes de desmontar conseguirá montar de volta depois de corrigir o erro. O máximo que pode acontecer é você ter que chamar o mecânico pra consertar a bagunça que você fez, mas você também pode ter a sorte de conseguir consertar o problema e assim economizar um dinheirinho. E de quebra aprender algo novo. Não se atenha às tuas dificuldades, se esforce que um dia você será um(a) grande profissional sem ter feito faculdade, cursos, nada, só com tua luta solitária.

Assista a este vídeo. Veja a beleza da costura feita com carinho, em uma máquina reta e uma zig-zag (travetes). Já fiz infinitos ‘travetes’ assim kkkkk



Conheci empresas de jeans que começaram assim, com máquinas simples, fabricando poucas peças por semana.
Por isto te digo: não perca a fé em você. 

Se você quer um efeito lixado pode conseguir esfregando tilojos na peça. Se quer teu jeans lavado leve a uma lavanderia industrial e peça a eles para colocarem tua peça em alguma ‘carona’. Você não poderá escolher o tingimento neste caso mas teu jeans ficará com toda a aparência industrial.

Mas não se esqueça de que nos desfiados deve recortar os buracos antes de mandar para a lavanderia. se quer um ‘arranhado de gato’ precisa puir o jeans nos locais desejados. Se quer somente desbotar pode esfregar pedras, tijolo, lixa ou ralo de cozinha nos locais até descascar a tinta do jeans. Se quer franjas ou barra desfiada pique o local de baixo para cima. Aos poucos você vai aprendendo. Prenda a calça por dentro no zíper para não arrebentá-lo e se tiver tiras soltas você precisa costurá-las firmes por dentro para que peguem a mesma cor do tingimento.

Aos poucos vou criar postagens ensinando cada uma destas técnicas, porque a postagem já ficou comprida demais 😀
Beijos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s